domingo, 2 de agosto de 2020

Occupation






Occupation
.
The threads of life that come to my hands,
I choose and weave them.
The strings of love, I weave.
The days are born turbulent or quiet,
and the strings of sweetness, I weave. The nights fall between dreams and deliriums,
and the threads of tenderness, I weave.
The rain falls, the sun burns,
and the threads of courage, I weave.
The will rules, the weariness comes,
but the strings of constancy, I weave.
The wind drops the leaves of the trees
and I weave.
Time runs, life goes on
and I weave.
The heart bleeds
and I weave.
Laughter renews
And I weave.
Crying suffocates
and I weave.
Hugs cherish
and I weave.
Faith supports
and I weave.
The thread of hope, daring and infinite,
I weave.
I weave
I weave
I weave
Renata S Tourinho
.
Ofício
.
Os fios da vida que chegam às minhas mãos,
eu os escolho e teço.
Os fios do amor, eu teço.
Os dias nascem turbulentos ou tranquilos,
e os fios da doçura, eu teço. As noites caem entre sonhos e delírios,
e os fios da ternura, eu teço.
A chuva cai, o sol queima,
e os fios da coragem, eu teço.
A vontade impera, o cansaço vem,
mas os fios da constância, eu teço.
O vento derruba as folhas das árvores
e eu teço.
O tempo corre, a vida segue
e eu teço.
O coração sangra
e eu teço.
O riso renova
E eu teço.
O choro sufoca
e eu teço.
O abraço acalenta
e eu teço.
A fé suporta
e eu teço.
O fio da esperança, ousada e infinita,
eu teço.
Eu teço
Eu teço
Eu teço
Renata S Tourinho

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Marcadores

Occupation

Occupation . The threads of life that come to my hands, I choose and weave them. The strings of love, I weave. The days are born turbulent o...